Os vestígios arqueológicos da primeira democracia pré-hispânica sao encontrados em Tlaxcala

Por ND, 15 de novembro de 2017, referindo-se ao artigo de Aline Timbert (5/04/17) para http://www.actulatino.com/

Os vestígios arqueológicos da primeira democracia pré-hispânica são encontrados em Tlaxcala

Arqueólogos descobriram, no México, na cidade de Tlaxcala, construída em torno de 1250, os vestígios de uma antiga civilização coletiva. De acordo com os detalhes fornecidos na revista Science, os dirigentes da epoca compartilhavam o poder e se colocavam ao serviço do povo.

O sítio arqueológico revelaria os traços de uma forma de democracia pré-hispânica!

Um pesquisador do Centro especialisado para a Pesquisa e os Estudos Avançados (CINVESTAV) explicou que a maioria das cidades pré-colombianas foram construídas em torno de um núcleo central de pirâmides e espaços públicos, mas Tlaxcallan é constituída por espaços públicos dispersos, indicando que não havia uma hierarquia vertical.

Assim, de acordo com os arqueólogos, em Tlaxcala, os espaços públicos predominavam mais do que os palácios, a produção local era mais importante do que comércio e troco, e a diferença entre elites e pessoas comuns era muito menor do que dentro de outras civilizações da época.

A cidade, cuja a organização política foi descrita por um sacerdote espanhol que visitou Tlaxcallan no século XVI, teve um Senado com cerca de 100 pessoas onde foram decididas decisões importantes sobre assuntos militares e econômicos. A cidade também era cosmopolita, constituída principalmente por pessoas que fugiam do domínio dos Mexicas e foram acolhidos em troca de seu compromisso de defendê-la. Assim, os melhores guerreiros, independentemente da sua origem étnica, tiveram a oportunidade de fazer parte do Senado. As pessoas certamente não votaram nesta sociedade, mas, no entanto, era muito diferente das sociedades autocráticas, a economia estava baseada em impostos e, pelo menos, teoricamente, todos poderiam assumir o poder.

De acordo com o funcionário que, desde 2007, está realizando escavações no local, a cidade pré-hispânica de Tlaxcala não é o único lugar no México, onde traços de uma sociedade não-despótica foram encontrados. Segundo ele, esta teoria rompe com todos os estudos anteriores, pois os arqueólogos duvidavam da existência na Mesoamérica de uma forma de república.

Ler em contexto

Ultimas noticias

Algumas noticias recentes sobre a categoria Idade Média publicadas no site.

O sítio megalítico de Rego Grande: o Stonehenge da Amazônia
15 de junho de 2017

O sítio megalítico de Rego Grande: o Stonehenge da Amazônia

A imagem da floresta amazônica como uma terra relativamente intocada pelos homens agora está sendo questionada. Assim, no Rego Grande, um sítio megalítico foi descoberto, o que poderia ter sido projetado, ao redor do Ano Mil, para observações astronômicas. Depois de realizar análises por radiocarbono …

Cruzadas: um tesouro de moedas de ouro do século XIII é descoberto em um naufrágio que data da queda de Acre

Cruzadas: um tesouro de moedas de ouro do século XIII é descoberto em um naufrágio que data da queda de Acre

23 de março de 2017

São João de Acre, em Israel, era o bastião final do que era o reino franco do Oriente. Sua queda põe fim ao épico das cruzadas quase dois séculos após a pregação do papa Urbano II. Um naufrágio do século XIII, descoberto na baía de São João de Acre, na costa norte de Israel, poderia ser o de um navio cruzado afundado durante a captura da cidade pelos Mamelucos. Os trinta pedaços de ouro ficaram debaixo d'água por mais de 700 anos ao largo de São João de Acre (Israel) quando os arqueólogos os descobriram. Todos eles constituem, com um conjunto de cerâmicas vitrificadas, um tesouro que data da época das cruzadas de acordo com seus …