Pinturas rupestres de 34.000 anos descobertas na França

Por ND, 15 de novembro de 2017, referindo-se ao artigo de Agathe Lautréamont (3/03/17) para http://www.exponaute.com/

Um auroch e um mamute realizados sobre lascadas de calcário

Click!Gravuras de rocha excepcionais foram recentemente descobertas ao longo do rio Vézère, entre a Corrèze e a Dordogne. Estas gravuras são de um contexto aurignaciano, mas com a maioria delas com características estilísticas que são incontestavelmente semelhantes às representações da caverna de Chauvet !

Realizando excavaçoes em dois sítios pre-historicos conhecidos, o abrigo "Blanchard" o o abrigo "Cellier", uma equipe internacional de antropólogos e arqueólogos descobriram essas famosas rochas, gravadas com características surpreendentes de traços e pontos que descrevem formas animais: um auroch e um mamute, constituídos por pontos e linhas, um estilo "pointillista" que é também encontrado nas pinturas da caverna Chauvet - Pont d'Arc. Será que isso significa que os homens que fizeram essas obras parietais estiveram em contato com aqueles dos abrigos "Blanchard" e "Cellier" em algum momento da história deles? Uma datação tornou possível estimar a sua antiguidade entre 32.000 e 34.000 anos.

As descobertas podem assim competir como os desenhos mais antigos encontrados no mundo. Especialmente porque a precisão dos aurochs e mamutes é de grande delicadeza para obras que são entre as primeiras da longa história da humanidade.

Ler em contexto

Ultimas noticias

Algumas noticias recentes sobre a categoria Primeiros hominídeos publicadas no site.

Será que o homo sapiens tem 400.000 anos?
8 de janeiro de 2018

Será que o homo sapiens tem 400.000 anos?

Em Israel, arqueólogos descobriram oito dentes que parecem pertencer ao Homo sapiens em uma camada datada de 200 mil a 400 mil anos atrás. No entanto, os fósseis humanos mais antigos encontrados até agora remontam a 200 mil anos e são encontrados na África Oriental (ndlr: 300 mil anos agora em Jebel Irhoud em Marrocos!)... Durante vários anos, uma equipe de …

Será que o crânio de Dali corresponde a um Homo sapiens de 260.000 anos?
20 de novembro de 2017

Será que o crânio de Dali corresponde a um Homo sapiens de 260.000 anos?

Um cientista chinês tenta novamente deslocar o berço da humanidade para a China... Em 1978, equipes chinesas encontraram um crânio a 30 km ao norte da cidade de Dali, na província de Shaanxi, no centro da China. O crânio seria datado entre - 267 e - 258.000 anos atrás. Devido a cumes supra-orbitais …

O povoamento da América provavelmente não foi feito pelo Estreito de Bering
6 de novembro de 2017

O povoamento da América provavelmente não foi feito pelo Estreito de Bering

A questão do estreito de Bering como lugar de cruzamento dos primeiros humanos para o continente norte-americano é hoje mais e mais contestada, e em fase mesmo de ser abandonada... De fato, para alguns especialistas eminentes do povoamento da América, os primeiros colonos chegaram …

Os Neandertais sobreviveram pelo menos 3.000 anos mais na Espanha do que se pensava anteriormente

Os Neandertais sobreviveram pelo menos 3.000 anos mais na Espanha do que se pensava anteriormente

27 de novembro de 2017

Muito próximo de nós, Neandertal desaparece misteriosamente no norte da Espanha e no sul da França em torno de 40.000 BP, suplantado por um primo que provavelmente chegou do Oriente Médio dez mil anos antes: o homem de Cro-Magnon (a partir do nome de uma caverna, em Dordogne, França, onde seus primeiros ossos foram descobertos em 1868).

Os Neandertais, no entanto, sobreviveram ao menos 3.000 anos mais do que pensávamos no sul da Península Ibérica, muito mais depois da sua morte em qualquer outro lugar, de acordo com um novo estudo publicado na internet (em acesso aberto). Os cientistas não conseguiram desenvolver uma teoria comum explicando por que essa espécie de hominídeos, mais próxima de nós, desapareceu da Terra há milhares de anos, mas, por outro lado …