Um hominídeo desconhecido descoberto na China

Por ND, 15 de novembro de 2017, referindo-se ao artigo de Brice Louvet (7/03/17) para http://sciencepost.fr/

Uma espécie humana arcaica desconhecida, talvez um antepassado direto dos chineses modernos

Click!A evolução passou por muitos caminhos... Enquanto o homem moderno ainda estava na África, outros hominídeos eram seus contemporâneos em diferentes partes do mundo: Homo erectus, Neandertal, Denisovans, Flores.

E a conta provavelmente não está concluída. Um novo hominídeo desconhecido teria sido descoberto na China...

Uma equipe de pesquisadores anuncia a descoberta na China de restos de crânios antigos que poderiam pertencer a uma espécie humana arcaica desconhecida, provavelmente um antepassado direto dos chinês modernos.

Recentes escavações perto da cidade de Xuchang na província de Henan e detalhadas na revista Science, revelaram recentemente a presença de caveiras antigos de 105.000 a 125.000 anos, que poderiam preencher alguns dos pedaços faltandos da evolução do gênero humano no sudeste Asiático.

Os crânios encontrados têm traços comuns com os dos hominídeos que habitavam nos tempos pré-históricos na China central e norte, cujos fósseis já haviam sido descobertos. No entanto, esses crânios possuem características específicas que permitem classificá-los separadamente. "Esta é uma espécie completamente nova", diz o arqueólogo Li Zhanyang do Instituto de Restos Culturais e Pesquisa Arqueológica do Henan. Segundo ele, o osso temporal e o cofre craniano provam que é uma espécie intermediária que teria vivido na China entre o sinantropus (700.000 a 230.000 anos antes da nossa era) e os primeiros Homo sapiens (40.000 antes da nossa era).

"Esta é a primeira vez que foram descobertos fósseis que possuem traços específicos aos ossos de Neandertal no Leste Asiático. É muito provável que eles sejam os antepassados ​​diretos dos chineses modernos ", diz o pesquisador. Não foi possivel até agora extrair DNA das amostras recuperadas, então qualquer outra identificação é atualmente impossível, mas outras escavações no local poderam fornecer mais pistas.

Ler em contexto

Ultimas noticias

Algumas noticias recentes sobre a categoria Primeiros hominídeos publicadas no site.

Será que o homo sapiens tem 400.000 anos?
8 de janeiro de 2018

Será que o homo sapiens tem 400.000 anos?

Em Israel, arqueólogos descobriram oito dentes que parecem pertencer ao Homo sapiens em uma camada datada de 200 mil a 400 mil anos atrás. No entanto, os fósseis humanos mais antigos encontrados até agora remontam a 200 mil anos e são encontrados na África Oriental (ndlr: 300 mil anos agora em Jebel Irhoud em Marrocos!)... Durante vários anos, uma equipe de …

Será que o crânio de Dali corresponde a um Homo sapiens de 260.000 anos?
20 de novembro de 2017

Será que o crânio de Dali corresponde a um Homo sapiens de 260.000 anos?

Um cientista chinês tenta novamente deslocar o berço da humanidade para a China... Em 1978, equipes chinesas encontraram um crânio a 30 km ao norte da cidade de Dali, na província de Shaanxi, no centro da China. O crânio seria datado entre - 267 e - 258.000 anos atrás. Devido a cumes supra-orbitais …

O povoamento da América provavelmente não foi feito pelo Estreito de Bering
6 de novembro de 2017

O povoamento da América provavelmente não foi feito pelo Estreito de Bering

A questão do estreito de Bering como lugar de cruzamento dos primeiros humanos para o continente norte-americano é hoje mais e mais contestada, e em fase mesmo de ser abandonada... De fato, para alguns especialistas eminentes do povoamento da América, os primeiros colonos chegaram …

Os Neandertais sobreviveram pelo menos 3.000 anos mais na Espanha do que se pensava anteriormente

Os Neandertais sobreviveram pelo menos 3.000 anos mais na Espanha do que se pensava anteriormente

27 de novembro de 2017

Muito próximo de nós, Neandertal desaparece misteriosamente no norte da Espanha e no sul da França em torno de 40.000 BP, suplantado por um primo que provavelmente chegou do Oriente Médio dez mil anos antes: o homem de Cro-Magnon (a partir do nome de uma caverna, em Dordogne, França, onde seus primeiros ossos foram descobertos em 1868).

Os Neandertais, no entanto, sobreviveram ao menos 3.000 anos mais do que pensávamos no sul da Península Ibérica, muito mais depois da sua morte em qualquer outro lugar, de acordo com um novo estudo publicado na internet (em acesso aberto). Os cientistas não conseguiram desenvolver uma teoria comum explicando por que essa espécie de hominídeos, mais próxima de nós, desapareceu da Terra há milhares de anos, mas, por outro lado …