Essas ferramentas de 90 mil anos não foram feitas pelo Homo sapiens

Traduzido por N.D., 11 de julho de 2018, referindo-se ao artigo de Brice Louvet do 11/04/18 para https://sciencepost.fr

De acordo com um estudo publicado em 18 de julho de 2017, os cães compartilharam a mesma origem

Estas ferramentas de madeira com 90.000 anos de idade não foram feitas pelo Homo sapiens / Rios-Garaizar et al./PLOS One

Click!Escavações arqueológicas no norte da Espanha revelaram duas ferramentas de madeira com cerca de 90.000 anos de idade. Curiosamente, essas ferramentas não foram feitas e usadas pelo Homo sapiens, mas por nossos primos mais velhos, os Neandertais.

O sítio de Aranbaltza, na Espanha, foi ocupado por várias gerações de Neandertais durante milênios, segundo os pesquisadores do Centro Espanhol de Pesquisa em Evolução Humana (CENIEH). Nos sedimentos foram encontrados há algumas semanas duas novas ferramentas de madeira, datadas de cerca de 90 mil anos (Paleolítico Médio), época em que os Neandertais viviam na Europa. Essas ferramentas são muito raras. A madeira é de fato uma matéria orgânica que se decompõe, de modo que ferramentas de madeira relacionadas aos primórdios da história humana são frequentemente perdidas.

Essas ferramentas só podem ser preservadas em ambientes muito específicos - como sedimentos encharcados de Aranbaltza. Apenas uma das duas ferramentas recuperadas foi, no momento, objeto de uma análise e estudo, e foi tomada por uma equipe do CENIEH, liderada pelo arqueólogo Joseba Rios-Garaizar. O desgaste de sua ponta produzido por esforço mecânico repetido indica que ela foi usada para desenterrar alimentos, como tubérculos e moluscos, para cavar na procura de pedras ou fazer buracos para fogueiras, dizem os pesquisadores.

"As poucas evidências diretas e indiretas disponíveis sugerem que a madeira desempenhou um papel importante nas adaptações tecnológicas do Neandertal", diz o artigo. De facto, a madeira proporciona plasticidade suficiente para formar uma variedade de ferramentas impossíveis de obter com pedra e muito difíceis de criar a partir de ossos, que têm tamanhos limitados e são mais difíceis de trabalhar. Segundo as análises, esta ferramenta foi produzida a partir de um tronco de teixo cortado ao meio longitudinalmente.

Uma dessas metades parece ter sido carbonizada e endurecida usando fogo, e raspada com uma ferramenta de pedra para obter a forma afiada da ferramenta de escavação, a equipe pensa. Embora os instrumentos de madeira usados pelos Neandertais sejam raros, eles não são totalmente desconhecidos. Armas de madeira que datam de 300.000 anos foram descobertas na Alemanha em 1995. Um artigo publicado recentemente também sugeriu a presença de ferramentas na Toscana, na Itália, que remonta a 171.000 anos atrás.

Estas novas ferramentas, embora não tão antigas, contribuem para a teoria de que o uso de ferramentas de madeira foi difundido em toda a Europa paleolítica. "O paleolítico médio e tardio da região é caracterizado por grande variabilidade comportamental", explicam os pesquisadores, citando como exemplos, "o transporte de longa distância de matéria-prima lítica [a totalidade dos objetos de pedra transformados intencionalmente por humanos], o uso de tecnologias complexas de caça, o controle e uso do fogo, o uso de ferramentas ósseas e um certo grau de exploração dos recursos marinhos ".

Você encontrará todos os detalhes deste estudo na revista PLOS One.

Ler em contexto

Ultimas noticias

Algumas noticias recentes sobre a categoria Primeiros hominídeos publicadas no site.

Nossos cães compartilharam uma origem comum desde a pré-história
10 de julho de 2018

Nossos cães compartilharam uma origem comum desde a pré-história

Os cães viriam da mesma população de lobos domesticados há 20.000 ou 40.000 anos atrás, de acordo com um estudo publicado em 18 de julho de 2017 na revista Nature Communications. O que reconsiderar seu pequeno poodle. O lobo entrou em nossas casas …

Os primeiros Europeus eram canibais
18 de junho de 2018

Os primeiros Europeus eram canibais

Restos fossilizados atribuídos aos "primeiros Europeus" descobertos no depósito de Atapuerca, na Espanha, revelaram que esses homens pré-históricos eram canibais que apreciavam a carne de crianças e adolescentes. "Sabemos que eles praticavam o canibalismo", diz José Maria Bermúdez de Castro, um dos co-diretores do projeto Atapuerca …

7 de junho de 2018

Uma civilização vegetal desconhecida no sudeste da Ásia?

Uma civilização vegetal desconhecida no sudeste da Ásia?

Grande caçador-coletor das florestas equatoriais durante a Pré-História, o Homo sapiens, uma vez estabelecido no sudeste da Ásia, teria ele matado e cortado animais com pedregulhos grosseiros em vez de objetos pontiagudos? Seria uma façanha. Ou ele expressou seu gênio tomando outro caminho, efêmero, mas fascinante: o da planta? É uma teoria que o pré-histórico Hubert Forestier, do Museu Nacional de História Natural, vem desenvolvendo há vários anos. Ele compartilha isso conosco na véspera de uma emocionante missão à Papua Nova Guiné.

A história do homem é de uma tremenda conquista. Deixando o berço africano cerca de 200.000 anos antes do presente, o Homo sapiens completa …