Traços da grande erupção vulcânica de Santorini descobertos em Esmirna

Traduzido por ND, 11 de junho de 2018, referindo-se ao artigo de Dionisia Pizzo do 04/06/18 para https://vivicentro.it

Esmirna era uma importante cidade portuária e um posto avançado comercial na costa do mar Egeu

Esmirna era uma importante cidade portuária e um posto avançado comercial na costa do mar Egeu. Foto: Twitter Daily Sabah

O local das excavações

O local das excavações. Foto: Twitter Daily Sabah.

Click!Traços de uma das maiores erupções vulcânicas da história da humanidade foram descobertos no coração do distrito de Bayrakli, em Esmirna, onde os restos da antiga cidade fundada há 5000 anos foram descobertos.

Esmirna era uma importante cidade portuária e um posto avançado comercial na costa do mar Egeu, com excelentes conexões com o interior.

A equipe de arqueólogos liderada por Cumhur Tanrıver identificou as cinzas de atividade eruptiva do vulcão Santorini, conhecida como a maior erupção da época minoica ea maior explosão vulcânica dos últimos 10.000 anos.

De acordo com o professor Cumhur Tanrıver, as cinzas vulcânicas que remontam à erupção ha 3600 anos atrás, esclareceriam a história de Izmir e já foram entregues ao Departamento de Geografia da Universidade de Ege para vários estudos.

Tanriver disse que a explosão vulcânica de Santorini causou enormes tsunamis em todo o Mar Egeu, causando o colapso da civilização minoica em Creta.

As cinzas poderiam esclarecer o que aconteceu após a erupção em Esmirna e como isso influenciou a população local, tornando-se assim um ponto de comparação pelo qual os pesquisadores podem classificar cronologicamente certos eventos na cidade antiga, para os quais não é possível estabelecer uma data.

Durante as escavações, uma moradia grega foi encontrada, o que permitiria aos pesquisadores entender como a população estava construindo casas naquela época e como a cidade era planejada.

As escavações na antiga Esmirna começaram em 2007 e ano após ano, informações importantes foram descobertas. Cerca de 100 pessoas estão atualmente trabalhando na missão, incluindo acadêmicos e especialistas da Turquia e do exterior.

Ler em contexto

Ultimas noticias

Algumas noticias recentes sobre a categoria pre-historia publicadas no site.

A agricultura saariana há 10.000 anos confirmada por pesquisadores
6 de junho de 2018

A agricultura saariana há 10.000 anos confirmada por pesquisadores

Ao analisar um sítio pré-histórico no deserto da Líbia, uma equipe de pesquisadores das universidades de Huddersfield, Roma, Modena e Reggio Emilia, conseguiu estabelecer que as populações saarianas na África cultivavam e armazenavam grãos selvagens há 10.000 anos. …

Quando havia no mundo apenas um homem para 17 mulheres
6 de junho de 2018

Quando havia no mundo apenas um homem para 17 mulheres

Guerras de clãs causaram o chamado gargalo do cromossomo Y no Neolítico, um estranho colapso na diversidade genética masculina. Cerca de 7.000 anos atrás, algo estranho aconteceu com os homens. Algo de tal magnitude que, durante os dois milênios seguintes…

28 de abril de 2018

Evidência arqueológica de sacrifício humano na Grécia antiga

Evidência arqueológica de sacrifício humano na Grécia antiga

Uma rara descoberta de grande significado arqueológico foi feita no verão de 2016, durante escavações no Monte Lykaion, em Arcadia, quando os restos de um menino adolescente foram encontrados no que era um altar dedicado a Zeus. Embora as escavações estejam ocorrendo na Grécia há quase 150 anos, esta é a primeira vez que os arqueólogos descobrem uma prática raramente mencionada nos livros de história: o sacrifício de humanos aos deuses.

As contas de sacrifícios humanos são atestadas em muitos mitos antigos, na obra de Homero, e em alguns escritos de historiadores antigos, mas nenhuma descoberta arqueológica até então havia corroborado essas alegações. Em um comunicado, o Ministério da Cultura da Grécia confirmou …